Após tomar ciência da distribuição de refeições por técnicos em enfermagem aos pacientes internados na ala de Covid-19 do Hospital da Região Leste (antigo Paranoá), o Sindicato dos Auxiliares e Técnicos em Enfermagem do Distrito Federal (Sindate-DF) solicitou junto à Gerência de Enfermagem, a interrupção imediata das funções atribuídas aos profissionais da unidade hospitalar.

No documento, a direção apontou que o acúmulo de atividades, dentre as que não são de competência dos servidores, poderia prejudicar o trabalho na assistência, com consequências na qualidade do atendimento e nas condições de trabalho, em virtude da extensa demanda de procedimentos realizados.

O sindicato elencou ainda que a distribuição de refeições pelos técnicos em enfermagem vai contra a Lei do Exercício Profissional da Enfermagem, bem como coloca os profissionais como único responsável pelo atendimento aos enfermos enquanto que as atividades devem ser compartilhadas para equipe multiprofissional.

A direção da entidade foi informada que a decisão foi revogada, a pedido do Sindicato, deixando a empresa contratada pela Secretaria de Saúde responsável pela distribuição de refeições aos pacientes internados na ala de Covid-19 do hospital.

O Sindate-DF continuará atuando a fim de que os direitos dos auxiliares e técnicos em enfermagem do Distrito Federal sejam garantidos.