O Sindate lança nesta segunda-feira  (20/08) a pesquisa saúde do trabalhador, em que através do preencimento de um questionário, será realizado o levantamento de dados sobre a saúde do auxiliar e técnico em enfermagem, tanto da rede privada, quanto da rede pública.

Após o levantamento de dados, a estatística gerada será apresentada para a população, para o governo e para os empresários donos dos hospitais, por meio de uma audiência pública.

A direção do Sindate está empenhada no desenvolvimento desta pesquisa, pelo grau de relevância que a apuração dessas informações têm, e que por meio dessas, haverá um embasamento para melhorar a saúde do trabalhador.

“Eu sei bem o que é estar doente e sem apoio do patrão. Por isso queremos que, dessa vez,  haja uma ação resolutiva para resolvermos esse grande problema na enfermagem. Não podemos mais perder colegas por suicídio, coisa que está comum na classe. Queremos levar os resultado para a Comissão de Direitos Humanos (CDH) da Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF), bem como, Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT). Vamos dar um fim a esse descaso”, diz Jorge Viana.

Por: Isa Leal